Nosso Blog

Por que os olhos tremem? 5 razões que explicam essa condição

Talvez em algum momento da vida você já tenha vivido a seguinte situação: ao parar para descansar depois de um dia cansativo, seus olhos começaram a tremer sem nenhum motivo aparente. Saiba que você não é a primeira e com certeza não será a última pessoa a sentir isso.

Muito comum, essa condição atinge boa parte das pessoas e na maior parte das vezes não está relacionada a nenhum problema de saúde mais grave. Vou mostrar para você algumas razões que explicam por que os olhos tremem e quando é preciso procurar ajuda médica. 

1. Estresse

Muitas vezes, o estresse é considerado o principal responsável pelo tremor nos olhos. E por que isso acontece? Porque durante situações muito estressantes, como rotina sobrecarregada, problemas de saúde e transtorno de ansiedade, por exemplo, uma série de hormônios são liberados no organismo, entre eles o cortisol e a adrenalina.

Quando esses hormônios chegam aos músculos, contrações rápidas e involuntárias podem acontecer, afetando determinadas partes do corpo, como as pálpebras. Portanto, é muito importante adotar hábitos mais saudáveis a fim de reduzir o impacto que o estresse pode trazer para as nossas vidas. 

2. Dormir pouco

Outra razão que explica porque os olhos tremem é a qualidade do sono. Você sabia que dormir pouco e mal, além de causar cansaço físico e mental, também pode afetar os músculos oculares?

Um adulto precisa, em média, de sete a oito horas de sono diariamente para conseguir regular os neurotransmissores e alcançar o nível de descanso necessário para o bom funcionamento do organismo. Quando não atingimos essa quantidade de tempo ideal de sono, os músculos das pálpebras podem ficar sobrecarregados, resultando no tremor nos olhos.

E mesmo dormindo de sete a oito horas por noite, se o sono não tiver a qualidade necessária para ser, de fato, reparador, é possível que essa condição afete a visão. Por isso, é recomendado não usar o celular ou qualquer outro tipo de dispositivo eletrônico ao deitar e ficar longe da luz branca emitida por esses aparelhos pelo menos trinta minutos antes de ir para cama.

3. Deficiência de vitaminas

Com certeza você já sabe que manter uma alimentação desbalanceada e pobre em nutrientes pode provocar o ganho de peso e o desenvolvimento de doenças, como diabetes e hipertensão. Entretanto, a deficiência de vitaminas no organismo também é uma das razões para a ocorrência de problemas na visão.

Se os seus olhos tremem com frequência, a causa pode estar na baixa ingestão de alimentos ricos em vitamina B12 e de minerais que participam do processo de contração muscular, como potássio e magnésio, já que essa insuficiência faz com que os músculos se enfraqueçam.

4. Olho seco

O olho seco é um problema causado pela falta de hidratação na região dos olhos. Quando o ressecamento acontece, os músculos oculares se contraem em uma frequência maior na tentativa de aumentar a lubrificação natural do local, gerando o tremor das pálpebras.

Existem muitas razões que explicam o fenômeno do olho seco, entre elas: exposição ao vento, ar-condicionado, poluição, baixa umidade do clima, uso excessivo de eletrônicos, redução da atividade das glândulas lacrimais, entre outras. Normalmente, o uso de colírios lubrificantes é capaz de solucionar o problema, porém é muito importante consultar o oftalmologista para receber a indicação de qualquer tipo de tratamento e medicamento.

5. Blefaroespasmo

Geralmente, quando os olhos tremem de forma esporádica e passageira, isso provavelmente significa que você está mais cansado ou estressado que o normal naquele dia, não indicando um problema mais grave de saúde.

Entretanto, se o tremor se tornar crônico e as piscadas de olhos incontroláveis, é preciso procurar ajuda médica, pois é possível que nesses casos a causa dos movimentos espontâneos seja o blefaroespasmo. O blefaroespasmo é uma condição que atinge as pálpebras causando contrações involuntárias e contínuas dos músculos oculares, fazendo com que eles tremam ou com que os olhos se fechem.

Portanto, se você observar que os seus olhos tremem com frequência há mais de uma semana e perceber algum outro tipo de sintoma, como alterações na capacidade de enxergar e pálpebras inchadas ou caídas, procure um oftalmologista.

E lembre-se que quanto mais cedo o diagnóstico de qualquer problema visual é feito, menores são os impactos no dia a dia.

Drª Paula Borges Carrijo
Oftalmologista
CRM 53336 | RQE 41855

Compartilhe:
Abra o Chat
Olá, como podemos ajudar?