Nosso Blog

Saúde da mulher: por que as doenças oculares atingem mais o universo feminino

O Dia Internacional da Mulher é neste domingo (8 de março). A data é para comemorar, mas também para refletir. E é neste clima de reflexão que eu convido você, mulher, para falarmos sobre sua saúde ocular.

Historicamente, as mulheres se cuidam mais. Vão ao ginecologista todo ano, fazem checkup, medem suas taxas, enfim, são mais preocupadas com a saúde. Isso é bem evidente no nosso dia a dia, não é mesmo?

Por outro lado, temos um dado alarmante: estima-se que a cegueira afete 39 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO). O estudo é extenso e bem detalhado, mas quando se fala em gênero, ele mostra que mulheres têm mais chance do que homens de ficarem cegas.

Mas, por que? Alguns fatores levam a isso. Vamos a eles:

Expectativa de vida:mulheres vivem mais, o que, claro, é uma boa notícia. Mas, muitas doenças oftalmológicas surgem na 3ª idade, como é o caso da Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI). Então, os cuidados com a saúde ocular devem ser redobrados a partir dos 50 anos.

Alterações hormonais: com a idade vem a menopausa. E sabe-se que alterações hormonais desencadeiam problemas nos olhos, como o olho seco (ceratoconjuntivite seca), que como o próprio nome indica, tem como principal sintoma o ressecamento, que deve ser tratado para não levar à necrose da córnea.

Vitamina A: o olho seco também pode ser desencadeado pela deficiência de vitamina A (xeroftalmia), que comete especialmente mulheres grávidas, em algumas regiões do país.

Gravidez: não é uma regra, mas é comum os olhos das mulheres serem afetados quando está gerando um bebê. Podem ocorrer desde uma alteração no grau da miopia, astigmatismo ou hipermetropia, até alterações na córnea.

Diabetes: você sabia que o diabetes é mais comum em mulheres? Pois é, isso é grave, porque esse distúrbio leva a uma propensão maior ao desenvolvimento do glaucoma, catarata e problemas na retina.

Maquiagem: produtos de beleza são ótimos, mas precisam ser usados com cuidado. Lápis de olho e rímel não devem ser compartilhados e a maquiagem deve ser cuidadosamente retirada antes de dormir.

Tabagismo: alguns estudos apontam que mulheres têm mais dificuldade de abandonar o cigarro por questões hormonais e psicológicas. E o tabagismo é um grande vilão da saúde ocular por causar queda da pálpebra, catarata e glaucoma e acelerar a DMRIComo podem ver, os motivos para preocupação com a saúde ocular feminina são muitos. E, se forem associados, então, os riscos são ainda maiores.

Portanto, mais do que um parabéns, neste Dia da Mulher eu desejo a todas que cuidem de seus olhos, porque eles são fundamentais para sua qualidade de vida.

Dr. Rodrigo Fernandes
Oftalmologista
CRM 65641 | RQE 33003

Compartilhe:

Tudo sobre Glaucoma e Maio Verde

Glaucoma. Não adianta fechar os olhos! De acordo com a Organização Mundial de Saúde, OMS, em 2040 o glaucoma afetará cerca de 111,5 milhões de

Abra o Chat
Olá, como podemos ajudar?