Nosso Blog

Principal causa de cegueira infantil. Conheça a catarata congênita.

Catarata é coisa de idoso? Nada disso! Pouca gente sabe, mas bebês podem nascer ou desenvolver a doença ainda na primeira infância, chamada de catarata congênita, principal causa de cegueira nessa fase da vida. Por isso, os pais devem ficar atentos para que o problema seja diagnosticado e tratado o quanto antes.

O grande problema é que, muitas vezes, os bebês não apresentam sintomas. Mas, é possível observar se existe alguma película esbranquiçada dentro olho, estrabismo, ausência de fixação em objetos e visão opaca.

O teste do olhinho, feito nas primeiras horas de vida do recém-nascido, também pode identificar se há alguma alteração no cristalino do bebê. Em alguns casos, o teste precisa ser repetido quando o bebê tem entre 3 e 4 meses e com 6 ou 7 meses. De qualquer forma, o mais seguro é que todos os bebês façam o acompanhamento de rotina com um oftalmologista pediátrico. 

Tratamento da catarata em bebês

O tratamento da catarata congênita depende da gravidade do caso. Na maioria deles é necessário fazer uma cirurgia para substituir o cristalino por uma lente artificial.

O procedimento é rápido, seguro e indolor e pode ser feito nos primeiros dias de vida. Assim, é possível reduzir muito as chances de complicações, aumentando o sucesso do tratamento.  Alguns bebês, vão precisar usar lentes de contato ou óculos para que a visão volte ao normal. Para aqueles que nasceram com catarata congênita parcial, o tratamento pode ser feito apenas com uso de medicamentos e colírios.

Causas da doença

As causas da catarata congênita vão desde má formação no período embrionário até fatores hereditários. A doença pode estar ligada também a rubéola, toxoplasmose e sífilis durante a gestação materna.

Ela também pode aparecer em bebês mais velhos e crianças. Nessa fase, ela é chamada de catarata pediátrica e na maioria dos casos ocorre por conta de uma lesão no olho.

No entanto, outra situação que pode acontecer é a de um bebê nascer com a catarata congênita e ser diagnosticado apenas na infância. Por isso, a importância de um acompanhamento oftalmológico desde os primeiros meses de vida.

Quer saber mais sobre a catarata congênita e pediátrica? Entre em contato conosco.

Dr. Rodrigo Fernandes

Oftalmologista

CRM 65641 | RQE 33003

Compartilhe:

Tudo sobre Glaucoma e Maio Verde

Glaucoma. Não adianta fechar os olhos! De acordo com a Organização Mundial de Saúde, OMS, em 2040 o glaucoma afetará cerca de 111,5 milhões de

Abra o Chat
Olá, como podemos ajudar?