Nosso Blog

Botox para tratar estrabismo infantil? Sim, isso é possível

Você certamente já ouviu falar em Botox. E se eu te falasse que o famoso Botox da estética também é usado para tratar estrabismo infantil, você acreditaria?

Pois é! Há alguns recursos não invasivos para o tratamento de estrabismo como o uso de óculos, e até mesmo opções mais invasivas como a cirurgia. Porém, o que muitos não sabem é que no meio do caminho existe o Botox, ou toxina botulínica. Inclusive, a substância foi testada pela primeira vez nos olhos, justamente para tratar o estrabismo, em 1980.

Essa medicação é injetada sobre um músculo para que sua função seja paralisada durante determinado período. Dessa forma, injetamos no músculo mais forte, fazendo com que ele relaxe um pouco e seu antagonista possa trabalhar melhor. Assim, os olhos ficam cada vez mais retos ou pelo menos o mais próximo possível do paralelismo. Apesar do alinhamento espontâneo dos olhos, muitas vezes é necessário mais de uma aplicação.

Indicações

Esse procedimento pode ser indicado no caso de crianças que já nascem com os olhinhos tortos para dentro, chamado esotropia congênita, ou nos casos de paresia do sexto nervo, que segue sendo mais raro em crianças.

Além do estrabismo, a toxina botulínica também pode ser utilizada para tratar outras doenças oftalmológicas, como distonias faciais, blefaroespasmos e espasmos hemifaciais. Sua aplicação nos músculos acometidos provocará uma paralisia muscular temporária, promovendo alívio dos sintomas

É importante a consulta e avaliação de um médico oftalmologista para passar todas as informações para você. Então, sempre discuta com seu médico sobre possibilidades de tratamento.

Compartilhe:

Tudo sobre Glaucoma e Maio Verde

Glaucoma. Não adianta fechar os olhos! De acordo com a Organização Mundial de Saúde, OMS, em 2040 o glaucoma afetará cerca de 111,5 milhões de

Abra o Chat
Olá, como podemos ajudar?